Imprensa Sindical por Val Gomes

x

Fale comigo

Preencha os campos abaixo e deixe sua mensagem

Titane e Verlúcia Nogueira cantam o popular e erudito Elomar

Titane: “Na Estrada das Areias de Ouro”

Verlúcia Nogueira: “Estradar”

Foto de Elomar: Zuleika de Souza
Foto de Titane: Luiza Palhares
Foto de Verlúcia Nogueira e Tiago Fusco (SESC)

Val Gomes

Dorival Caymmi considerava ser ele mesmo o melhor intérprete de suas canções, com certeza sem desmerecer as gravações de suas obras-primas por nomes como Gal Costa, João Gilberto, Nana, Danilo e Dori Caymmi.

Elomar Figueira Mello, outro gigante da Bahia, também é insuperável ao cantar suas próprias músicas: com todo o devido reconhecimento às poderosas interpretações de, entre outros, Diana Pequeno, Xangai e Dércio Marques.

Duas cantoras, a mineira Titane e a cearense Verlúcia Nogueira, evidentemente distantes do fechado e medíocre circuito de entretenimento midiático, assumiram o desafio e lançaram trabalhos só com obras do baiano de Vitória da Conquista.

Titane gravou 10 temas no álbum “Na Estrada das Areias de Ouro”, de 2018, com arranjos baseados nas partituras originais de Elomar e destaque para a utilização de acordeon em algumas faixas, como o próprio compositor havia lhe sugerido.

Verlúcia Nogueira, agora em 2019, no álbum “Estradar”, canta 13 canções em uma respeitosa subversão de instrumentos. Das criações originais do compositor, vale frisar, ao violão, a cantora surge acompanhada pelo paulista Tiago Fusco, de forma simples, inusitada e sofisticada ao piano.

São trabalhos que, na linha tênue entre o popular e o erudito, enaltecem o cancioneiro de Elomar, sua linguagem musical original, sua literatura (a ser degustada de preferência com o glossário específico do artista) e sua presença como um dos grandes (con)sertões da tão rica e pisoteada cultura brasileira.

Val Gomes é jornalista, assessor de imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, responsável pelo blog www.imprensasindical.org.br e colaborador dos sites Rádio Peão Brasil e Guia Cultural SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *